James Whitey Bulger: Chefe do gângster infame morto na prisão

O infame chefe dos gângsteres de Boston, James "Whitey" Bulger (1929-2018) está morto. Conforme relatado pela "CNN", o homem de 89 anos foi morto terça-feira de manhã em uma prisão na Virgínia Ocidental. "Ele viveu violentamente e, aparentemente, morreu violento", diz Dick Lehr, autor de "Whitey: The Life of Most Notorious Mob Boss". O FBI está investigando as circunstâncias da morte.

Bulger, que conseguiu se esconder das autoridades por mais de 16 anos antes de sua prisão em junho de 2011, foi condenado duas vezes à prisão perpétua por inúmeros crimes, incluindo o suposto envolvimento em onze assassinatos entre 1973 e 1985. Ele também foi acusado de crime organizado, extorsão, lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e porte de armas.



A história de Bulg inspirou vários filmes de Hollywood e programas de TV. Johnny Depp interpretou o criminoso no drama de 1995 de Scott Cooper "Black Mass". Outros personagens, incluindo Frank Costello (filme de Jack Nicholson) no filme de Martin Scorsese "Departed - Sub inimigos" (2006), inspiraram-se na propensão de Bulger violência. Em 2016, um personagem inspirado em Bulger fez uma aparição nos "Simpsons". As séries "The Blacklist" (2013) e "Brotherhood" (2006) também foram parcialmente inspiradas na vida de Bulger.

Inside Media: Whitey Bulger: America's Most Wanted Gangster (Julho 2021).



Hollywood, CNN, Virgínia Ocidental, James Whitey Bulger, Johnny Depp, Morte, Missa Negra