Bruxelas: chocolates por correio

Em "Mary" até o rei compra. Há mais de 60 anos já adornava a loja de chocolates com o título Hoflieferant. E até o presidente dos EUA, George W. Bush, já saciou seu desejo por doces.

Mas até o Schokogenießer burguês se derrete na variedade de Mary. O mestre de praline oferece 70 variedades diferentes de doce pecado - todas feitas à mão no estúdio sob a pequena loja. As especialidades: chocolates escuros com um teor de cacau entre 70 e 99 por cento, bem como recheios de creme de baunilha, café ou chocolate. Eles se derretem na língua.

O credo de Maria desde a sua fundação em 1919 é: sem conservantes. Então acontece que o prazer é rapidamente transitório. Apenas cerca de 14 dias seguram as jóias doces. Fiel ao estilo, elas só podem ser compradas na butique e icônica loja - mobiliada ao estilo de Luís XV - na Rue Royale e, mais recentemente, na Rue Edith Cavell. Mas bem embalado em lancheiras Mary também envia as peças de chocolate para o mundo inteiro. Infelizmente, este tem o seu preço: 500 gramas incluindo o envio para a Alemanha custam 65 euros (Mary Chocolatier, 73 Rue Royale e 195 Rue Edith Cavell, Bruxelas).



Batatas fritas são marca registrada da vida em Bruxelas (Fevereiro 2020).



Doces de chocolate, Bélgica, George W. Bush