Parisiense para o assassino de sua esposa: "Você não recebe o meu ódio"

Na noite de sexta-feira, pelo menos 129 pessoas foram brutalmente assassinadas em Paris. Um dos mortos é a esposa de Antoine Leiris. O jovem viúvo, pai de um filho de 17 meses, agora se voltou para o Facebook com palavras muito corajosas, corajosas e emocionantes aos perpetradores.

Sob o título "Vour n'aurez pas ma haine" ("Você não entendeu o meu ódio"), ele postou uma carta aberta ao assassino de sua esposa:

"Vocês são almas mortas"

"Sexta à noite você tirou a vida de um ser muito especial, o amor da minha vida, a mãe do meu filho, mas você não vai ter o meu ódio, eu não sei quem você é, e eu não quero saber que você é uma alma morta [...]

Eu não vou te dar o dom de te odiar. Você fez um grande esforço, mas responder ao ódio com raiva significaria seguir a ignorância que fez de você o que você é. Você quer que eu tenha medo de que eu olhe para os meus concidadãos com desconfiança, que eu sacrifique minha liberdade de segurança. Você perdeu. [...] "



"Toda a sua vida esse menino vai ofendê-lo porque ele é feliz e livre"

"Eu a vi esta manhã, finalmente, depois de noites e dias de espera, ela era tão bonita quanto sexta à noite quando ela saiu, tão bonita quanto quando eu me apaixonei por ela há doze anos atrás. Eu estou consumido pela dor, confesso esta pequena vitória para você, mas será de curta duração, sei que nos acompanhará todos os dias, e que nos veremos novamente no paraíso das almas livres que você nunca conhece Tem acesso.

Somos dois, meu filho e eu, mas somos mais fortes que todos os exércitos do mundo. Eu não quero mais sacrificar seu tempo, eu tenho que ir para Melvil, que está apenas acordando de sua soneca. Ele tem apenas 17 meses de idade, ele vai comer seu lanche como todos os dias, então vamos jogar algo como todos os dias e ao longo de sua vida este menino vai ofendê-lo porque ele é feliz e livre. Porque não, você não vai conseguir o seu ódio ".



Jordan Peterson | ContraPoints (Fevereiro 2020).



Paris, carta, Facebook