• Setembro 21, 2020

Niki Lauda: "Eu sabia que seria difícil, muito difícil"

Em agosto, as notícias sobre a delicada saúde de Niki Lauda (69) começaram a circular pela primeira vez. Ele teve que passar por um transplante do pulmão danificado. Desde então, há sempre relatórios sobre o nível da água no ex-campeão mundial de Fórmula 1, mas ele não falou em detalhes com o público desde a intervenção. Até agora, ele deu uma entrevista para a revista italiana "Gazzetta dello Sport".

Nele, ele compara a hora atual no hospital com a que ocorreu após seu pesado acidente de incêndio em Nürburgring em 1976. Naquela época, ele estava apenas no hospital por um mês, talvez um pouco mais. Eles eram apenas queimaduras, então ele se afastou rapidamente. "Desta vez foi muito longo, mas ainda estou aqui", disse Lauda, ​​que poucos dias depois da reabilitação chegou em sua casa adotiva de Ibiza e pode passar as férias com sua família lá.



Lauda não temeu por sua vida: "Eu tenho que ser honesto: não, eu nunca tive medo", disse o austríaco. Estivera nas mãos de profissionais e lhes havia confiado: "Eu sabia que seria difícil, muito difícil". Só se pode fazer uma coisa em tais situações: lutar. Ele fez isso a qualquer momento e ainda faz.

CAMPEONATO FORMULA 1 THE GAME gp do brasil eu sabia que ia da merda (Setembro 2020).



Ibiza, campeão mundial de Fórmula 1, Niki Lauda, ​​transplante de pulmão